VUNESP – IAMSP/PREVENIR 2011 – Questão 38

38. Durante o retorno ao trabalho, após um período de tratamento de tendinite de origem ocupacional, o fisioterapeuta do trabalho deve orientar o trabalhador sobre o número de toques máximos que ele pode realizar em uma tarefa de digitação, que corresponde a quantos toques por hora?

(A) 6 000.

(B) 7 000.

(C) 8 000.

(D) 9 000.

(E) 10 000.

i38

Há um erro grosseiro da banca aqui. Vejam nas normas da NR-17 que os níveis para retorno ao trabalho ou afastamento superior a 15 dias devem ser inferiores à alínea “b”, e essa alínea diz 8.000 toques.

Portanto, apenas as alternativas “A” e “B” estariam dentro das normas para retorno ao trabalho de digitação.

A Norma Regulamentar nº 17, em seu item 17.6.4, especificou o trabalho dos digitadores, nos seguintes termos:

“Nas atividades de processamento eletrônico de dados deve-se, salvo o disposto em convenções e acordos coletivos de trabalho, observar o seguinte:

a) o empregador não deve promover qualquer sistema de avaliação dos trabalhadores envolvidos nas atividades de digitação, baseado no número individual de toques sobre o teclado, inclusive o automatizado, para efeito de remuneração e vantagens de qualquer espécie;

b) o número máximo de toques reais exigidos pelo empregador não deve ser superior a 8.000 por hora trabalhada, sendo considerado toque real, para efeito desta NR, cada movimento de pressão sobre o teclado;

c) o tempo efetivo de trabalho de entrada de dados não deve exceder o limite máximo de 5 (cinco) horas, sendo que no período de tempo restante da jornada, o trabalhador poderá exercer outras atividades, observado o disposto no art. 468 da Consolidação das Leis do Trabalho, desde que não exijam movimentos repetitivos, nem esforço visual;

d) nas atividades de entrada de dados deve haver, no mínimo, uma pausa de 10 minutos para cada 50 minutos trabalhados, não deduzidos da jornada normal de trabalho;

e) quando do retorno ao trabalho, após qualquer tipo de afastamento igual ou superior a 15 (quinze) dias, a exigência de produção em relação ao número de toques deverá ser iniciada em níveis inferiores ao máximo estabelecido na alínea “b” e ser ampliada progressivamente”.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: C

Alternativa que indico após analisar: A ou B

Anúncios

FCC – TRT 3 2009 – Questão 60

60. NÃO é condição para iniciar o desmame da ventilação mecânica:

(A) reversão ou controle do evento que motivou a ventilação mecânica.

(B) correção de sobrecarga hídrica e estabilização hemodinâmica.

(C) utilização de doses mínimas de drogas vasoativas e agentes sedativos.

(D) troca gasosa adequada com normalização da imagem radiológica pulmonar.

(E) valores normais de eletrólitos séricos e equilíbrio ácido-básico.

I60

As alternativas “A”, “B” e “E” são claras indicações de possível desmame. Creio que a duvida aqui fica entre a “C” e a “D”.

Na “C” creio que o ideal é a suspensão da utilização desses medicamentos, mas é o que eu penso, não tenho muito conhecimento de UTI. Mas parece que não é necessária a suspensão das drogas vasoativas, mas é necessária a suspensão da sedação. Então essa está correta.

Já a “D” creio que o erro é confiar na normalização radiográfica dos achados pulmonares, isso realmente não é indicativo para alta, isoladamente ao menos não.

Pessoal, decidi classificar essa como erro da banca.

Alternativa assinalada no 5gabarito da banca organizadora: D

Alternativa que indico após analisar: C

FCC – TRT 3 2009 – Questão 23

23. A posição de trabalho na qual ocorre a maior pressão intradiscal em L3-L4 é

(A) sentado ereto, em tarefa de digitação.

(B) sentado, levemente inclinado para frente.

(C) sentado inclinado para trás.

(D) sentado ereto, levantando um peso com as mãos.

(E) em pé.

coluna velha.png

Aqui há variáveis importantes que não foram consideradas. O próprio termo “ereto” é discutível, pois se significar retificar a lordose lombar já está errada a questão. Não me convenci que a postura “ereta” causa menos pressão discal em L3-L4 que a sentada em inclinação para frente(flexão lombar).

Acho provável que tenham referência que justifiquem a escolha da resposta, por isso é importante elaborar um recurso com referências fortes. Apesar que uma vez entrei com recurso em umas questões e a banca negou todos, deu até justificativa de um livro de psicopedagogia, é mole!?

2010.Características biomecânicas, ergonômicas e clínicas da postura sentada: uma revisão. Nise Ribeiro Marques , Camilla Zamfolini Hallal , Mauro Gonçalves.

http://www.scielo.br/pdf/fp/v17n3/15.pdf

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: A

Alternativa que indico após analisar: A ou B

FCC – TRE 13 2007 – Questão 57

57. As indicações terapêuticas da estimulação elétrica são:

(A) aquecimento muscular; quebra de fibrose tecidual; reparação óssea; aumento da viscoelasticidade do tecido.

(B) recuperação motora; ganho de força muscular; aquecimento muscular e reparação tecidual.

(C) recuperação motora; ganho de força muscular; como órtese em subluxações de ombro e escoliose; aquecimento muscular.

(D) recuperação motora; ganho de força muscular; como órtese em subluxações de ombro e escoliose; diminuição de espasticidade.

(E) aquecimento muscular; ganho de força muscular; reparação óssea; aumento da viscoelasticidade do tecido.

concordar

Olha, já li sobre FES como órtese para pé equino, por meio da estimulação do nervo fibular. Quanto ao uso como órtese em ombro, não conheço e para escoliose duvido que exista algum estudo sério recomendando seu uso como órtese na escoliose.

Questão corajosa da banca, creio que quem elaborou tem referências, mas dá para questionar.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: D

Alternativa que indico após analisar: Nenhuma

FCC – TRT 6 2007 – Questão 58

58. Sobre os exercícios respiratórios é correto afirmar:

(A) exercícios de expansão torácica são um conjunto de exercícios que objetivam a expansão da caixa torácica por meio de estímulo manual na região a ser expandida.

(B) são recursos não instrumentais que modificam o padrão respiratório, mas não conseguem alcançar volumes respiratórios máximos.

(C) o exercício diafragmático é utilizado para reeducação respiratória e o posicionamento preferencial deve ser em decúbito lateral.

(D) estão indicados para pacientes com CVF maior que 80% do previsto.

(E) são recursos não instrumentais que aumentam momentaneamente o volume corrente, mantendo o volume minuto.

Depressão

Fazia tempo que não ia uma questão para a ilustre categoria “erros das organizadoras”.

Tive dificuldade aqui, mas por questões de interpretação de texto. Ao meu ver, todas as alternativas possuem algo errado, inclusive a alternativa que a banca cita como correta, que é a “A”. Vamos analisá-la como Jack faria, por partes:

“Exercícios de expansão torácica são um conjunto de exercícios que objetivam a expansão da caixa torácica por meio de estímulo manual na região a ser expandida”.

A definição é correta, a forma de execução é correta mas há um porém. O objetivo dos exercícios não é meramente expandir a caixa torácica, esse é o efeito da técnica. O objetivo é o aumento do fluxo e do volume respiratório.

Então, como o enunciado pede “o que é correto afirmar”, não há resposta correta.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: A

Alternativa que indico após analisar: nenhuma.

FCC – TRT 23 2007 – Questão 58

58. Sobre as técnicas para remoção de secreção brônquica, baseadas na característica do fluxo expiratório, aquelas

(A) de expiração rápida objetivam o deslocamento de secreções de vias aéreas centrais.

(B) de fluxo rápido foram desenvolvidas recentemente e são indicadas aos pacientes com doença pulmonar crônica.

(C) que utilizam fluxo rápido objetivam o deslocamento de secreções de vias aéreas de menor calibre.

(D) de respiração lenta objetivam aumento do fluxo expirado, mobilizando e deslocando secreções de vias aéreas centrais.

(E) de expiração forçada não está indicada em pacientes com instabilidade de vias aéreas e tendência ao colapso.

Não é muito comum acontecer nessa banca, e é motivo para recurso, mas a banca repetiu uma questão da prova de 2005.

https://questoesdefisiocomentadas.wordpress.com/2015/05/01/fcc-sesaba-2005-questao-52/

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: C

Alternativa que indico após analisar: A ou E