VUNESP – IAMSP/HSPE 2011 – Questão 41

41. As diretrizes dos exercícios para as gestantes requerem alguns cuidados especiais. Assinale a alternativa correta.

(A) Treinos de equilíbrio unipodais são indicados para estabilização sacroilíaca.

(B) Os alongamentos musculares devem ser feitos de forma a trabalhar grupamentos e não os músculos de forma isolada.

(C) Durante os exercícios aeróbicos, a frequência cardíaca deve ser a mesma de antes da gestação e com duração mínima de 30 min.

(D) O decúbito dorsal é o mais adequado para o posicionamento da coluna após o 4.º mês de gestação e, em caso de desconforto, deve-se colocar uma pequena almofada sob o quadril esquerdo.

(E) Deve ser solicitado o esvaziamento da bexiga antes da realização dos exercícios.

amorintenso

Na “A”, pela mudança do centro de gravidade treinos unipodais podem ser um perigo, portanto não ia nessa. A “B” é ideal pra gestantes e qualquer outra pessoa. A “C” é confusa, mas temos uma nova condição, é pouco provável que tenhamos a mesma FC. Na “D” a posição de DL E parece a mais indicada por conta da veia cava. A alternativa “E” parece a mais coerente.

Nessa questão em especial é importante estudar as recomendações do Colégio Americano de Ginecologia e obstetrícia para exercícios físicos na gestação, que pode variar de acordo com a fase da gestação. Não consegui acesso a essa guideline no site deles, portanto quem for estudar a fundo é o melhor caminho ter essa guideline.

Na gravidez, o sedentarismo e ganho de peso excessivo têm sido reconhecidos como fatores de risco independentes para a obesidade materna e as complicações relativas associadas à gravidez, incluindo diabetes mellitus gestacional (DMG) (5-7). Alguns pacientes, ginecologistas-obstetras e outros profissionais ficam preocupados que a atividade física regular durante a gravidez possa causar aborto, crescimento fetal inadequado, lesões músculo-esqueléticas, ou parto prematuro. Para gestações sem complicações, estas preocupações não foram comprovadas (8-12). Na ausência de complicações ou contra-indicações obstétricas ou médicas (Quadro 1 e 2) , atividade física durante a gravidez é segura e desejável, e as gestantes devem ser encorajadas a continuar ou iniciar atividades físicas seguras (a lista de indicação de atividades estão no post 2 – clique aqui para ir até o post). Em mulheres que têm co-morbidades obstétricas ou médicas, um programa de exercícios deve ser individualizado. Ginecologistas-obstetras e outros profissionais devem avaliar cuidadosamente as mulheres com complicações médicas ou obstétricas antes de fazer recomendações sobre a participação da atividade física durante a gravidez

Quadro 1. Contra-indicações absolutas para o exercício aeróbico durante a gravidez
doenças cardíaca hemodinâmica significativa
doenças pulmonar restritiva
cerclage ou cérvix incompetente
gestação múltipla com risco de parto prematuro
hemorragia persistente no segundo ou terceiro trimestre
placenta prévia após 26 semanas
trabalho de parto prematuro durante a gravidez atual
ruptura de membranas
pre-eclampsia ou hipertensão induzida pela gravidez
 
Quadro 2. Contraindicações relativas para exercícios aeróbicos durante a gravidez
anemia
arritmia cardíaca materna
bronquite crônica
diabetes tipo 1 não controlada
obesidade mórbida extrema
baixo peso extremo – IMC < 12
histórico de estilo de vida extremamente sedentário
restrição de crescimento intra-uterino na atual gravidez
hipertensão não controlada
limitações ortopédicas
hipertiroidismo não controlado
fumante inveterada

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: E

Alternativa que indico após analisar: E

Anúncios