VUNESP – IAMSP/HSPE 2011 – Questão 31

31. As técnicas de mobilização intra-articular são muito utilizadas na fisioterapia com seus inúmeros benefícios na reabilitação do paciente, porém como contraindicações podem-se citar:

(A) edema agudo, hipomobilidade articular e fraturas.

(B) edema residual, hipomobilidade articular e fraturas.

(C) edema agudo, hipermobilidade e artrite reumatoide.

(D) edema residual, hipomobilidade e artrite reumatoide.

(E) edema residual, hipermobilidade e fraturas.

i31

Técnicas de mobilização intra-articular são as preconizadas por Maitland, mas principalmente por Kaltenborn e de forma brilhante, por Brian Mulligan.

São ferramentas que deviam fazer parte da nossa graduação em fisioterapia, deveríamos sair da faculdade dominando essas técnicas, mas… continuam ensinando a usar tens, US e série de Williams e, em razão disso, fisioterapeutas formados precisam gastar e viajar atrás de cursos caros para dominar essas técnicas e assim poder trabalhar com o mínimo de competência.

Das contraindicações citadas acima, edema agudo é contraindicação; edema residual é o que fica pós imobilização, portanto sem problema. Hipermobilidade é contraindicação, pois não há sentido dar mais movimento onde há excesso(hipomobilidade é quase sempre indicação de mobilização!) e AR, notadamente na fase aguda é contraindicação.

Em tempo, para hipermobilidade nada melhor que consciência corporal e exercícios de controle motor.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: C

Alternativa que indico após analisar: C

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s