FCC – TRT 3 2009 – Questão 51

51. Com relação ao equilíbrio ácido-base, é INCORRETO afirmar:

(A) Quando o concentrado de bicarbonato é menor que 22 mEq/L, o pH é menor que 7,30 e a PaCO2 está normal, a resultante é a acidemia metabólica descompensada.

(B) Quando os rins reduzem a excreção de bicarbonato, ocorre o aumento do bicarbonato seroso e o pH torna-se alcalótico.

(C) Os pulmões hipoventilam para auxiliar na correção da acidemia metabólica ou hiperventilam para auxiliar na correção da alcalemia metabólica.

(D) Quando os rins aumentam a excreção de bicarbonato, ocorre a redução do bicarbonato seroso e o pH torna-se acidótico.

(E) Quando a concentração de bicarbonato seroso é maior que 28 mEq/L, o pH é maior 7,50 e a PaCO2 está normal, a resultante é a alcalemia metabólica descompensada.

i51

Alternativas “A”, “B”, “D” e “E” são corretas. Observem que as alternativas “B” e “D” são complementares, bem como as alternativas “A” e “E” parecem ter saído “da mesma forma”.

Na alternativa “C” ocorre o contrário. Na acidemia metabólica o sistema de compensação promove uma hiperventilação. Na alcalemia metabólica o sistema de compensação promove uma hipoventilação. É a chamada regulação respiratória, que juntamente com o sistema tampão e a regulação renal compõe os sistemas de compensação dos desequilíbrios ácido-básicos.

É importante ressaltar que, quando há “excesso” de compensação, cria-se um novo distúrbio ácido-básico, oposto ao que o indivíduo tinha (ex: para compensar uma acidose metabólica, a pessoa respira demasiadamente rápido e inúmeras vezes, consumindo tanto H+ que começa a haver um excesso de bicarbonato na corrente sanguínea, e o quadro passa a ser alcalose de causa respiratória).

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: C

Alternativa que indico após analisar: C

Anúncios

FCC – TRT 3 2009 – Questão 50

50. O resultado da seguinte gasometria arterial: pH 7,21; PaO2 90 mmHg; PaCO2 59 mmHg; SO2 95%; HCO3 25,4 mEq/L; BE −2 mEq/L revela

(A) condições normais.

(B) alcalose metabólica.

(C) acidose metabólica e respiratória.

(D) alcalose respiratória.

(E) acidose respiratória.

i50

Questão dada de presente pela FCC nessa prova. Com pH abaixo de 7,35, PaCO2 elevada e tudo em ordem com o resto. Moleza.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: E

Alternativa que indico após analisar: E

FCC – TRT 3 2009 – Questão 49

49. São modalidades de pressão positiva indicadas para a terapia de expansão pulmonar no paciente sem via aérea artificial:

(A) máscara de PEP, RPPI e inspirômetro de incentivo.

(B) ventilação de alta frequência e oscilação oral de alta frequência.

(C) máscara de PEP e oscilação oral de alta frequência.

(D) CPAP, EPAP e máscara de PEP.

(E) oscilação oral de alta frequência (flutter), SIMV e máscara de PEP.

i49

A postagem da questão anterior tem um link para uma apostila de técnicas de fisioterapia da EBSERH. Lá tem tudo. Quem quiser contribuir com o espaço aberto, poste nos comentários as razões da alternativa correta ser a “D”, ou não ser essa.

O espaço aqui é colaborativo, ao responder e expor motivos vocês podem ver como minha tarefa de comentar questões não é tão simples.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: D

Alternativa que indico após analisar: D

FCC – TRT 3 2009 – Questão 47

47. Manipulação articular vertebral pelo fisioterapeuta é a aplicação de movimentos

(A) passivos com baixa velocidade.

(B) passivos com baixa velocidade, com a possibilidade de interrupção pelo paciente.

(C) passivos com alta velocidade, com a possibilidade de interrupção pelo paciente.

(D) ativos com alta velocidade.

(E) passivos com alta velocidade, sem a possibilidade de interrupção pelo paciente.

i47

Aqui temos o famoso estalo, ou thrust para os íntimos das técnicas manipulativas. São obviamente passivos, pois o paciente é apenas posicionado para receber a manipulação. São de alta velocidade e curta amplitude no caso de osteopatas, ou de alta velocidade e maior amplitude, no caso de quiropráticos.

Uma vez reduzidos os parâmetros pré-manipulação, o paciente não tem como mais impedir, muito embora pacientes tensos e em espasmo dificultem bem a tarefa, isso não pode ser considerada uma interrupção.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: E

Alternativa que indico após analisar: E