VUNESP – IAMSP/PREVENIR 2011 – Questão 30

30. A fisioterapia respiratória em crianças e adultos possui os mesmos propósitos. O fisioterapeuta deve sempre considerar quais os fatores anatômicos e fisiológicos que afetam o sistema respiratório imaturo, para que um plano terapêutico eficiente e coeso possa ser aplicado e os problemas em potencial, minimizados. Portanto, a fisioterapia respiratória é um auxiliar valioso para o tratamento médico, nas seguintes indicações clínicas:

I. situações que há uma produção crônica de secreção, como na fibrose cística, discinesia ciliar primária ou bronquiectasia;

II. aumento do volume pulmonar, como nos casos de colapso agudo lobar por aderência do muco;

III. em casos de inadequada relação entre ventilação e perfusão;

IV. em algumas doenças neurológicas e neuromusculares;

V. quando a criança apresenta tosse eficiente e deprimida, como nos casos de pós-operatório.

Das indicações elencadas, está correto o contido apenas em

(A) I, II e V.

(B) I, III e V.

(C) I, III e IV.

(D) I, II e III.

(E) I, IV e V.

retrovirus

Por dr. Allyson Bernardo dos Santos

A fisioterapia é o tratamento de doenças, utilizando agentes físicos com a finalidade de recuperar a alteração da função respiratória do paciente. Inicialmente voltada para as doenças que apresentam limitação crônica do fluxo aéreo (asma, enfisema, bronquite crônica e bronquiectasias), atualmente é indicada em praticamente todas as doenças respiratórias, nas unidades de terapia intensiva, pré e pós-operatório e no nível ambulatorial para adultos e crianças. Tem também uma indicação preventiva para evitar complicações respiratórias, sobretudo nos pacientes submetidos a cirurgia abdominal, ortopédica, torácica ou cardíaca.

Suas principais metas são:

Prevenir o acúmulo de secreções nas vias aéreas, que interfere na respiração normal;
Favorecer a eficácia da ventilação;
Promover a limpeza e a drenagem das secreções;
Melhorar a resistência e a tolerância à fadiga, durante os exercícios e nas atividades da vida diária;
Melhorar a efetividade da tosse;
Prevenir e corrigir possíveis deformidades posturais, associadas ao distúrbio respiratório;
Promover Suporte Ventilatório adequado, bem como sua retirada, em pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva.
Itens errados:

II- Em caso de colapso agudo, vai haver a diminuição do volume pulmonar e não o aumento.

V- No pós operatório o paciente vai ou poderá apresentar tosse ineficaz.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: C

Alternativa que indico após analisar: C

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s