VUNESP – IAMSP/PREVENIR 2011 – Questão 28

28. A Política Nacional da Pessoa com Deficiência, instituída pelo Ministério da Saúde do Brasil, prevê que a porta de entrada para as ações de intercorrências gerais de saúde da população com deficiência seja feita em

(A) AMA (Assistência Médica Ambulatorial).

(B) Unidade Básica de Saúde (ou Saúde da Família).

(C) Ambulatório de Especialidades Médicas.

(D) Unidades de Alta Tecnologia Ambulatorial.

(E) Unidades de Alta Tecnologia Hospitalar.

acessibilidade.jpg

Por dr. Allyson Bernardo dos Santos

A porta de entrada do usuário deverá ser a unidade básica de saúde ou os serviços de emergência ou pronto atendimento, onde será assistido, receberá orientação e ou encaminhamento para a unidade mais adequada ao seu caso. Essa dinâmica possibilitará uma distribuição racional da clientela, evitando a sobrecarga de qualquer um dos serviços. O fato de ser assistido por um serviço de menor complexidade não implicará o não-atendimento nos demais integrantes dos outros níveis.

A unidade básica constituirá, portanto, o local por excelência do atendimento à pessoa portadora de deficiência dada a sua proximidade geográfica e sociocultural com a comunidade circundante e, para isso, será necessário que esteja apta a oferecer atendimento resolutivo para a maioria dos problemas e das necessidades.

Política Nacional de Saúde da Pessoa Portadora de Deficiência

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: B

Alternativa que indico após analisar: B

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s