STJ 2015

Brasília - aéreas aeroporto

Aqui estou, aguardando meu voo em Brasilia pra Rio Preto, que só sai às 8:30h da noite…

Alguém aí fez a prova do STJ? O que acharam?

Pelo que ouvi dos comentários no local da prova, pelo que li nos grupos de discussão sobre esse concurso, a coisa não foi fácil pra ninguém!

Comentários, que li e ouvi, a maioria de outras áreas como administração e direito:

“Difícil demais!”

“Nossa, e tem gente que vai fazer outra prova dessa a tarde pra técnico…”

“Prova do cão!”

“Eh… Cespe sendo Cespe”

A prova de fisioterapia não foi táo difícil, até porque as questões são dosadas, o nível de dificuldade é variável, normalmente 60% da prova fica entre nível fácil e médio, é quase uma norma, mas essa prova teve uma dificuldade mais  elevada que o normal. Na soma, a prova me deu a impressão de “devia ter ficado em casa”….kkk

Tem questões que tenho dúvida sobre constar no edital, vou ver com calma amanhã. mas o estudo de caso….

Eu li, fechei a prova e pensei: vou embora! PQP, nem estudo de caso foi….fizeram duas perguntas sobre a CIF, que é a tabela de classificação de funcionalidades…estava esperando algo do tipo “!sr beltrano com fratura de tibia e fibula..etc”…mas não foi caso clínico, apenas pediram informações que nada tem a ver com tratamento, quiseram saber minúcias de uma tabela……francamente, querem um bom profissional ou o quê?

Fiz o estudo de caso do jeito que deu, cumpri o mínimo de linhas. O problema é que vale 40 pontos….deixei 9 sem responder por ficar em dúvida e não querer arriscar perder pontos.

No final das contas, fica a sensação que podia ter aproveitado melhor meu tempo, afinal muita coisa que estudei sequer foi mencionada na prova, uma lástima, Vamos ver no que vai dar, embora eu tenha desanimado com esse estudo de caso, acho que jamais decoraria essa tabela, e o pior de tudo é que comentei por aqui essa tabela e deixei um link para download….mas vcs não acham que decoro as coisas que eu posto neh…no way.

O blog está meio parado e estava até fechado, por isso o numero de acessos não voltou ao normal. Mas quem fez a prova, diz aí, o que achou?

22 pensamentos sobre “STJ 2015

  1. André, eu estudei para essa prova por uns 5 meses ININTERRUPTOS; ”respirei”, literalmente, durante esse período, todo o conteúdo solicitado no edital. Cheguei ao meu limite de cansaço e exaustão várias vezes, e confesso que quando li o tema da redação, fiquei com vontade de entregar a prova. Não estava esperando um caso clínico óbvio, mas não tão específico e nada a ver.
    Tentei escrever algo do proposto sobre a CIF e já sei que estou fora! Talvez se eu fizesse a prova para o cargo de Administrativo (nível superior), iria me sair melhor, pois parece que o tema foi sobre a Organização da Administração.
    Enfim, nos resta continuar estudando, rever os erros e não desistir!
    Abraço!

    • Nossa Luanda, que dó hein….esse pessoal que elaborou essa prova, sei não…muito estranho pedirem um tema tão fora do normal, aliás, totalmente fora né, porque aquilo não foi um estudo de caso de maneira alguma, foi uma pergunta pontual sobre um tema burocrático…

      Você provavelmente teve a mesma sensação que eu, tanto esforço, táo difícil que é estudar esses temas de bosta como o regimento interno do STJ(arrghh), e os caras matam a gente com uma pergunta maliciosa e esquisita.

      Voltarei a postar normalmente e com uma novidade em breve. #tamujunto Luanda!

      Abraço,
      André.

  2. Não fiz essa prova, não.
    Mas com as últimas provas que tenho feito, penso que estão selecionando os melhores “concurseiros” e não os melhores profissionais da área.
    Os assuntos de “decoreba” estão cada vez mais presentes nas provas.
    Uma pena…

  3. Ola Andre!! Tb fiz a prova, e que prova hein!!! AFFF qto mais eu estudo menos eu sei kkkk
    nada a ver esta redaçao msm… o jeito é continuar firme nos estudos, enquanto os outros desanimam a gente continua….uma hora chega…
    abraços

    • Pois é Tainá, esse foi pra derrubar qulquer um mesmo, só quem por acaso estudou essa tabela é que vai se dar bem, mas vou conferir esse edital e ver se dá pra entrar com recurso, tem mais erros na prova, como aquela do Conselho Regional ser o CRF, nada a ver, CRF é farmácia, conselho regional de fisio é sempre Crefito. Vai tem o do TRT aí em BSB Tainá, continue estudando que vc pode pegar esse, provavelmente não farei quero distância de material de direito admnistrativo, constitucional, regimento interno eca!, tô fora disso…..

    • Tainá, a novidade é que pensei num jeito de monetizar o blog, vou vender as últimas provas dessas bancas inteiras comentadas e com dicas adicionais. Por exemplo, essa da CESPE de hoje, as da VUNESP e da FCC desse ano,vou comentando e disponibilizando e assim vou formando um acervo com as provas mais recentes, vai ajudar quem está na correria.

      Com o recurso vou pagar o domínio pra wordpress e melhorar o blog, aliás, transformá-lo em site.

      O desafio penso em liberar para quem comprar as provas, é mais uma vantagem para quem comprar as provas mais novas.

      Provavelmente não vou ganhar grande coisa com isso, mas é um jeito de eu ter meu serviço remunerado por quem se interessa, e um jeito de mehorar o blog sem ter que gastar com isso.

      Enquanto muita gente ganha com concurso fazendo material meia boca por aí, eu me mato e ainda gasto? Isso não está certo.

  4. André por favor estava acompanhando o blog mas n consigo mais acessar ..entra mensagem da wordpress pedindo uns dados ..digito e nunca conferem ou seja o que preciso fazer???pgr??onde??? como ???preciso continuar os estudos este blog estava me salvando ..por favor aguardo ajuda

    Enviado do Yahoo Mail no Android

  5. Acabei de corrigir a prova. Afffffff
    Fiz o mínimo cravado.
    Todo mundo fala que fez mal, mas a gente fica sem ideia de quanto as pessoas têm feito… ninguém posta nem nos sites de ranking.
    Adorei sua ideia André. Eu refiz as provas TRT 3, 5 e 6 de fisio.
    Tem me ajudado muito nos estudos.
    Acho q TRT 10 – Brasília – não vai ter fisio. Pelo que pesquisei…

    • Patrícia, eu fiz pouco acima do minimo, tirando os erros deu 48 pontos, muito pouco, sem falar que o estudo de caso foi medonho, parece até que foi direcionado. E essa pontuação eu fiz porque fui muito bem na prova de fisio, acertei 80 por cento dessa prova, mas os erros tiram pontos cai muito a media.

      E sobre o TRT brasília, parece que foram autorizadas duas vagas para fisio.

  6. Eu estudei só depois que saiu o edital, fiz 50 pontos na prova, mas rodei na redação certeza, na verdade nem tinha ouvido falar sobre o assunto, resumindo só enrolei…rsrs…mas vou continuar estudando

  7. Também não fui bem, André. Fiz 47pts, já tirando as erradas 😓. Acho que cada item valia 1 ponto né? Foram 80 acertos. Consegui fazer um pouco mais de 70% dos itens de Fisio e sabe aquela mania horrível de rever a questão e mudar a resposta? Então, perdi uns 5 itens de Fisio por isso. Raiva!!! 😡 Deixei alguns itens em branco da parte básica e errei umas besteiras. Mas não vai rolar, principalmente por causa da discursiva.
    É um ” saco ” estudar tanto direito, mas é a grande sacada e o diferencial nessas provas. Esses concursos são os melhores na nossa área e não podemos desistir.
    Vamos torcer para que venham mais provas .
    Acho justíssimo que vc comece a cobrar por seu trabalho, que por sinal é de excelente qualidade e eu com certeza irei adquirí-lo.
    Abraço

    • Também estudei e achei a prova muito difícil. Quando li o tema da redação, fiquei praticamente em estado de choque! Não sabia falar nada sobre o tema! Muito triste! Isso não é dosar o conhecimento do profissional!
      Essa discursiva deveria ser anulada!
      Vi um ranking de fisio no site de olho na vaga mas ninguém colocou a nota la.

      • Branca, tive a mesma sensação quando li o tema da redação e foi motivo suficiente para desanimar um pouco na hora da prova. Acho que esse tema foi direcionado para poucos e o Cespe foi muito inteligente, sabia que a grande maioria não havia lido essa resolução do COFFITO. Mas valeu demais por ter aprendido, pela primeira vez, tanta coisa que não é da nossa área e que sempre é cobrada nesses concursos. O que é aquela Lei 8666?? E o tanto de jurisprudência rsrs Nossa, valeu!
        Vamos continuar

      • Na verdade não é resolução do COFFITO, e não estava no edital na parte de conhecimentos específicos, nem poderia ter sido cobrado esse conteudo. Mas não vi onde entrar com recurso sobre o tema do estudo de caso, que aliás nem estudo de caso foi.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s