FCC – TRT 23 2007 – Questão 41

41. O fenômeno de Lhemirtte é a sensação de levar um tiro repentino ou um choque elétrico que desce pelas costas até os membros inferiores, ao flexionar subitamente o pescoço, e está presente na patologia de

(A) esclerose múltipla.

(B) distrofia muscular.

(C) hérnia de disco.

(D) traumatismo raquimedular.

(E) acidente vascular encefálico.

Esclerose

O sinal (ou sintoma) de Lhermitte é a sensação de descarga elétrica, determinada pela flexão da coluna cervical, que percorre toda a coluna e membros. Antes de receber este nome era conhecido como “sinal do barbeiro” ou “sinal da cadeira do barbeiro”.

Lhermitte J., Bollak J. e Nicolas M., em 1924, descreveram uma paciente de 43 anos que, ao abaixar a cabeça, sentia um choque violento no pescoço e uma dor tipo choque elétrico que percorria todo o corpo, da cabeça aos pés, descendo pela coluna vertebral.

Foi Jacques Jean Lhermitte (1877 – 1959), neurologista e neuropsiquiatra francês, que fez a correlação do sinal com a desmielinização do cordão posterior da medula cervical, mas o fenômeno foi descrito anteriormente por Pierre Marie e Chatelin (1917). Os últimos relataram o sinal em pacientes após trauma craniocerebral – sensação de “pinos e agulhas” percorrendo a espinha e os membros após a flexão cervical. Babinski e Dubois (1918) publicaram o artigo: Douleurs à forme de décharge électrique consécutives aux traumatismes de la nuque.

Embora ocorra em outras circunstâncias como, por exemplo, trauma da porção cervical da medula espinhal, tumores do cordão cervical, osteofitose cervical, mielopatia por radiação, toxicidade pela cisplatina, hérnia de disco cervical, deficiência de vitamina B12, este fenômeno é mais comum na esclerose múltipla. Al-Araji e Oger (2005) encontraram o sinal em 41% dos 300 pacientes com esclerose múltipla que estudaram e uma relação significativa do sinal com alterações cervicais na ressonância nuclear magnética.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: A

Alternativa que indico após analisar: A

2 pensamentos sobre “FCC – TRT 23 2007 – Questão 41

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s