AOCP – EBSERH – UFGD/MS Respiratória 2014 – Questão 35

35. A pneumonia associada à ventilação mecânica (PAVM) é um evento determinante na evolução de pacientes graves. Assinale a alternativa INCORRETA.

(A) É uma pneumonia nosocomial cujo desenvolvimento só se dá após 48 horas ou mais, após a colocação do TET e início da VM.

(B) Sua suspeita clínica se baseia na presença de um novo infiltrado pulmonar à radiografia de tórax, acompanhada detemperatura superior a 38º C, leucocitose (superior a 10000cel/mm3) ou leucopenia ( inferior a 4000cel/mm3) e secreção traqueal purulenta.

(C) Fatores de risco que predispõem ao seu desenvolvimento são: uso prévio de antibióticos, administração de antiácidos, necessidade de reintubação, posição supina, uso de cânula nasogástrica, presença de traqueostomia e transporte dentro do hospital.

(D) A proteína C reativa (PCR) se mostra útil na identificação de pacientes com má evolução, mantendo-se elevada até após o 4º dia de início de antimicrobianos.

(E) A colheita de amostra de secreção de vias aéreas inferiores deve ser feita, para cultura quantitativa, logo após o início da terapêutica antimicrobiana.

saude na uti

As alternativas “A” “B” e “C” são corretas. Pneumonia nosocomial ou hospitalar ou pneumonia adquirida no hospital ( PAH ) é aquela que ocorre após pelo menos 48 horas da internação, excluindo assim casos em que a infecção já estava incubada no momento da internação .

A pneumonia hospitalar ocorre em casos de 5 a 10 casos a cada 1000 internações. É mais frequente em pacientes cirúrgicos em relação aos clínicos e mais frequente ainda em pacientes internados em unidade de terapia intensiva ( UTI) .É a segunda infecção hospitalar mais comum , mas é a que apresenta maior morbidade e mortalidade . Entre pacientes internados em UTI vários estudos apontam como a infecção hospitalar mais frequente . O principal fator de risco é a ventilação mecânica. Os outros fatores de riscos podem ser divididos conforme a patogenia da infecçção hospitalar em: fatores que favorecem a colonização do trato aerodigestivo, fatores que favorecem a aspiração , fatores que favorecem a inoculação bacteriana aos pulmões por outras vias que não a aspiração e fatores que diminuem a imunidade do hospedeiro .

Deve ser suspeitado na presença de um raio X com um novo e persistente infiltrado sugestivo de pneumonia associado a  pelo menos 2 dos seguintes :

a) Aumento e mudança do aspecto de secreção traqueal
b) Febre ( T> 38ºC ) ou hipotermia ( T 12.000 ou < 4.000 cel/ml
d) Piora ventilatória, considerando PaO2/FiO2

Fonte: http://infectopedia.com/respiratorio/pneumonia-nosocomial

A alternativa “D” também é correta. Tradicionalmente, a quantifição da Proteína C Reativa (PCR) na prática clínica tem vários objetivos, entre eles, a avaliação da extensão e a atividade da inflamação, o que permite o acompanhamento do processo patológico, diferenciação entre doença inflamatória e não inflamatória e estimativa de seu respectivo prognóstico.

A alternativa “E” é absurda. A colheita de amostras de secreções das vias aéreas inferiores, para cultura quantitativa, deve ser feita sempre que possível antes do início da terapêutica antimicrobiana.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: E

Alternativa que indico após analisar: E

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s