VUNESP – Câmara de São Paulo/SP 2007 – Questão 23

23. O acidente vascular encefálico (AVE) é considerado a causa mais comum de deficiência em adultos. No AVE, a localização anatômica da lesão pode ser estabelecida baseada na delineação cuidadosa dos déficits neurológicos. As características típicas observadas em pacientes com síndrome da artéria cerebral média são

(A) movimentos involuntários: coreoatetoses, tremor de intensão, hemibalismo. Hemiplegia contralateral.

(B) perda do olhar conjugado para o lado oposto, ataxia do(s) membro(s) contralateral(is).

(C) paresia da perna e do pé oposto e, em menor grau, no braço e incontinência urinária.

(D) paralisia com atrofia de metade da língua e da sensibilidade à dor e à temperatura do rosto.

(E) paresia dos movimentos oculares verticais, miose, ptose ligeiras e resposta lenta da miose.

derrame

Aqui iria por eliminação. “A” não pode ser por conta da coreoatetose e do hemibalismo(nada a ver com comer metade do corpo, hein!?). São sintomas de lesão em gânglios da base. Na artéria cerebral média, o membro superior costuma ser mais acometido que o inferior, A “D” está meio confusa, mas de qualquer forma, parecem descrever sintomas de acometimento do nervo facial. A “E”, parece se ocupar do nervo óptico.

Vou deixar, além de um resumo dos sintomas de AVE, um pdf do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto -USP de 2010. Não é a última moda em Paris, mas in the other hand não é muito antigo.

http://www.mediafire.com/view/lz14rh1w9r6bpmc/2010MovimentosInvoluntarios.pdf

Síndromes resultantes do Acidente Vascular Cerebral
Artéria Carótida Interna
Esta artéria é qualificada pela hemianópsia, afasia (se for o hemisfério dominante), hemiplegia contra lateral e hemianestesia contra lateral. Pode ocorrer um extenso edema cerebral, levando frequentemente ao coma e à morte (Sullivan, 1993).

Artéria Cerebral Anterior
As lesões nesta artéria são raras. E é caracterizada pela confusão mental, afasia (se for o hemisfério dominante), hemiplegia contra lateral (com predomínio do membro inferior), hemianestesia contra lateral (com predomínio do membro inferior), e pode haver apraxia de marcha, reflexo de sucção, reflexos de preensão e incontinência urinária e fecal (Sullivan, 1993).

Artéria Cerebral Média
Esta artéria é o local mais comum de AVC. E é especializada pelo coma, hemianópsia, hemiplegia (com predomínio do membro superior), hemianestesia (com predomínio do membro superior), afasia (se for o hemisfério dominante), e agnosia visual (Sullivan, 1993).

Artéria Cerebral Posterior
Esta artéria é representada pela hemianópsia, afasia, agnosia visual, alexia, hemiplegia e hemianestesia, muitas vezes são sintomas temporários (Sullivan, 1993).

Artéria Vértebro – Basilar
Esta artéria é assinalada pelo coma, diplopia, hemiplegia, paralisia pseudo bulbar, tetraplegia e anestesia completa (Sullivan, 1993).
Quando a lesão é no Hemisfério Esquerdo (Hemiplegia Direita) ocorrem afasias, apraxias ideomotoras e ideacionais, alexia para números, descriminação direita/esquerda e lentidão em organização e desempenho.
Quando é no Hemisfério Direito (Hemiplegia Esquerda) ocorre alteração viso espacial, auto negligência unilateral esquerda, alteração da imagem corporal, apraxia de vestuário, apraxia de construção, ilusões de abreviamento de tempo e rápida organização e desempenho.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: B

Alternativa que indico após analisar: B

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s