IADES – EBSERH – UFTM/MG 2013 – Questão 31

31. No que se refere aos aditamentos para auxílio locomoção, assinale a alternativa correta.

(A) Temos como uma das funções dos aditamentos para auxílio locomoção o aumento da base de sustentação e, consequentemente, a melhora do equilíbrio.

(B) A ampliação da base de sustentação seria um dos motivos para a utilização da bengala no mesmo lado ao membro afetado.

(C) As muletas canadenses proporcionam uma maior estabilidade que as muletas axilares.

(D) Uma das diferenciações da bengala com recuo para a bengala comum é que a primeira permite que a pressão/peso seja exercida sobre o centro da bengala, enquanto na segunda, o ponto de sustentação se dá anteriormente ao cabo da mesma.

(E) A maioria dos assentos da CR reforça uma posição pélvica de anteriorização da espinha ilíaca anterossuperior.

Tigre de bengala

Aditamento? Termo incomum (pra quê!?) e enunciado com erro gramatical, cartão amarelo para a IADES. É um termo mais comum no meio jurídico, é sinônimo de “acrescentamento” ou “adscrição”. Na reabilitação, mais conhecido como dispositivo auxiliar da marcha.

Vou marcar essa questão como erro da banca só para mostrar que devemos ser rigorosos com relação a recursos. As alternativas são muitas vezes decididas por detalhes superficiais, então um enunciado com erro ortográfico deveria ser anulado, já que atrapalha na interpretação e pode levar o candidato a errar a questão. Quer um exemplo? Quando eu li “aditamento para auxílio locomoção” já pensei em alguma coisa relativa a contrato e auxílios do INSS, achei até que estava olhando a prova errada.

A alternativa “A” é politicamente correta. Vamos analisar as demais antes de bater o martelo.

Na alternativa “B”, o uso mais indicado da bengala é dando um passo à frente com a perna lesionada juntamente com a bengala, com a bengala segurada pela mão do lado oposto (não
lesionado), e posteriormente dar o passo com a perna não lesionada. Esqueçam esse negócio de base aumentada dessa alternativa. Se a bengala estiver do lado afetado a base será menor, a descarga de peso será toda nessa perna, e a função da bengala é justamente aliviar a descarga de peso no membro lesionado, além de auxiliar no equilíbrio e na prevenção de quedas. Aliás, sobre bengalas,recomendem aos seus pacientes as begalas com cordinha. Facilitam muito caso a bengala caia no chão, para subir e descer escadas e em atividades que requeiram o uso de ambas as mãos. Para uma base aumentada, devemos recomentar a bengala de 4 apoios, que apesar de aumentar a estabilidade, diminui a velocidade da marcha.

A alternativa “C” é evidentemente errada. Nesse quesito podemos classificar a progressão dos dispositivos auxiliares da marcha como cadeira de rodas, andador, muletas axilares e depois as canadenses e depois ainda as bengalas.

A alternativa “D” é hilária. Bengalas com recuo são aquelas de aluminio, com altura regulável. Sem recuo seriam as de madeira. isso não muda nada no ponto de apoio da bengala.

Na alternativa “E”, um dos objetivos da prescrição de cadeira de rodas é estabilizar a pélvis. Deve ser perpendicular, centralizada, nivelada ou levemente inclinada para a frente e impedir inclinações e rotações laterais.

Folheto informativo:
http://www2.hu.usp.br/wp-content/uploads/2010/10/bengalaandadoremuleta.pdf

Sobre prescrição de cadeiras de rodas:
http://www2.rc.unesp.br/eventos/educacao_fisica/biomecanica2007/upload/157-2-B-ArtigoCBB2007_2.pdf

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: A

Alternativa que indico após analisar: A

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s