AOCP – EBSERH – UFGD/MS 2014 – Questão 43

43. Assinale a alternativa que indica o valor do débito cardíaco de acordo com as seguintes aferições que foram obtidas em um homem:

I. Pressão venosa central: 10 mmHg

II. Frequência cardíaca: 70 bpm

III. [O2] da veia pulmonar: 0,24 ml O2/ml

IV. [O2] da artéria pulmonar: 0,16 ml O2/ml

V. Consumo de O2 corporal total: 500 ml/min

(A) 1,65 l/min.

(B) 4,55 l/min.

(C) 5,00 l/min.

(D) 6,25 l/min.

(E) 8,00 l/min

calcuki

Questão muito legal!

Inicialmente devemos recordar como se calcula o débito cardíaco:

DC = VS x FC

Traduzindo, o débito cardíaco é o resultado da multiplicação do volume sistólico pela frequência cardíaca.

Simplificando ainda mais, débito cardíaco é o volume que o coração ejeta em um minuto. Ele pode ser calculado multiplicando-se o número de batimentos pela quantidade de sangue ejetada em cada batimento(sístole).

Nas informações acima, já temos o valor da frequência cardíaca, que é 70 bpm. Nossa fórmula ficaria assim: DC = VS x 70 Pois é, #SQÑ! (Olha eu usando hashtags de novo… #issovicia.)

Precisamos achar o volume sistólico. E como se faz isso? Não sei. Mas como eu faço essa conta então!?

Pois é, já resolveram isso pra gente há mais de 100 anos. O médico alemão Adolf Eugene Fick, apresentou ao mundo em 1855 sua teoria para a difusão do gás através de uma membrana líquida.

É a lei de Fick, que envolve:

– O consumo de oxigênio por minuto (VO2) , usando um espirômetro (com o indivíduo respirando ar) e absorção de CO2.
– O conteúdo de oxigênio do sangue retirado da artéria pulmonar (representando o sangue venoso).
– O conteúdo de oxigênio do sangue colhido de uma cânula em uma artéria periférica (representando o sangue arterial).

A partir destes valores, sabe-se que:

VO² = (CO x CA) – (CO x CV)

onde
CO = Débito Cardíaco (Cardiac Output),
CA = Concentração de Oxigênio no sangue arterial e
CV = Concentração de Oxigênio no sangue venoso.

Isto nos permite dizer que DC = VO²/(Ca-Cv), e desta maneira calcular o débito cardíaco. Na realidade, este método é raramente usado em nossos dias, devido à dificuldade de coleta e de análise das concentrações gasosas.

Nossa conta, então, fica assim:

Sendo, DC = VO²(500ml/min)/(Ca(0,16)-Cv(0,24))

DC = 500/(-)8 = 62,5.

Lembrando que:

II. Frequência cardíaca: 70 bpm

III. [O2] da veia pulmonar: 0,24 ml O2/ml

IV. [O2] da artéria pulmonar: 0,16 ml O2/ml

V. Consumo de O2 corporal total: 500 ml/min

Alternativa “D”.

Para quem quiser ler mais:

http://ilucas.com.br/?tag=equacao-de-fick

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: D

Alternativa que indico após analisar: D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s