VUNESP – São Paulo/SP 2002 – Questão 39

39. Nas lesões dos tecidos moles, fisiologicamente nosso organismo segue uma ordem que pode ser dividida em várias fases. Assinale a alternativa que corresponde à ordem correta dessas fases.

(A) Fase inflamatória, fase de reparo e fase de remodelagem.

(B) Fase inflamatória, fase de remodelagem e fase de reparo.

(C) Fase de reparo, fase inflamatória e fase de remodelagem.

(D) Fase inflamatória, fase de modelagem e fase de reparo.

(E) Fase antiinflamatória, fase de reparo e fase de remodelagem.

 reparo

Quando comecei a estudar esse assunto, inventei uma palavrinha que sempre me ajudou a memorizar as fases do reparo tecidual. Ela, que acho que deveria estar no dicionário Houassis ou no Aurélio de tão útil,  é “inflaréparêmo”.

É preciso separar as coisas aqui. A questão quer saber sobre reparação tecidual, o que é diferente de processo inflamatório. Vamos dar uma resumida nesse reparo tecidual, que é algo muito grande que envolve mais eventos do que pode aparentar esse breve resumo.

O Reparo tecidual é uma resposta natural do corpo à  injuria e envolve uma sequência de eventos altamente independentes que  se sobrepõem. O reparo de um tecido pode ser dividido em três  fases: 

– Fase Inflamatória: também chamada de exsudativa ou defensiva,  é caracterizada pelo processo inflamatório local com a presença de sinais típicos (dor, calor, rubor e edema, podendo alcançar a perda da função  local). Se inicia no momento que ocorre a agressão ao tecido e se  prolonga por um período de até 7 dias. Objetiva preparar o local para o  novo tecido que crescerá.

– Fase Proliferativa: também chamada de reconstrutiva ou  fibroblástica, pode se estender por 3 semanas e é caracterizada pela  mitose celular. A reconstituição da matriz extracelular e o  desenvolvimento do tecido de granulação ocorre devido à deposição de  colágeno, fibronectina e devido a outros componentes.
  -Fase Reparadora: também chamada de fase de  maturação ou de remodelação, possui início próximo da terceira semana da agressão e seu término pode passar 12 meses. É caracterizada pelas  transformações que ocorrem no tecido de cicatrização, sendo estas devido à diminuição progressiva da vascularização e da quantidade de  fibroblastos e a reorientação das fibras de colágeno. Nesta fase, a  cicatrização torna-se mais plana e macia e podem ocorrer defeitos na  cicatrização, como quelóides, cicatrizes hipertróficas e hipercromias.
reparo2
Para quem achou pouco e quiser se aprofundar, uma vídeo-aula bacana:

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: A

Alternativa que indico após analisar: A

2 pensamentos sobre “VUNESP – São Paulo/SP 2002 – Questão 39

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s