FUNRIO – Coronel Fabriciano/MG 2008 – Questão 24

24. Qual método é mais eficiente para a redução da contratura em flexão do joelho, no amputado transtibial?

A) exercícios de relaxamento.

B) massoterapia seriada.

C) técnica do alongamento facilitado.

D) uso de prótese mantendo os isquitibiais alongados.

E) termoterapia e relaxamento.

amputação transtibial

Vamos lá. É difícil responder questões assim se você ficar pensando apenas na amputação e no nível. Esqueça um pouco isso! Aqui temos uma palavra-chave, que é conhecida de todo fisioterapeuta: contratura.

A contratura muscular é uma contração involuntária, constante e dolorosa de uma parte ou de todo o músculo. O músculo envolvido fica duro e apresenta hipertonia das fibras musculares limita o movimento das articulações ao qual ele está ligado.

No caso dessa questão em especial, reparem em um aspecto: com exceção da alternativa “D”, todos os procedimentos descritos são utilizados em contraturas e espasmos musculares.

A alternativa “D” cita a utilização de próteses com a finalidade de reduzir a contratura, mas creio que o mais eficiente seria a utilização de órtese de posicionamento e procedimentos para minimizar ao máximo o efeito da contratura antes de iniciar o treino com a prótese.

Mas, enfim, apenas prestando atenção às alternativas dá para resolver esta questão.

Com a perda de parte do corpo, o sujeito pode sofrer uma alteração brusca da imagem corporal, fazendo-se então necessária a reintegração desta imagem ao novo esquema corporal. Uma percepção negativa da própria imagem corporal cria dificuldades para conscientização das atividades musculares e para aquisição de posturas corretas no processo de reabilitação (Benedetto et al. 2002).

Por isso, é fundamental a integração da equipe multidisciplinar no tratamento dos pacientes amputados para identificar, em tempo, qualquer sinal que possa comprometer o resultado do processo de reabilitação (Chamlian; Melo 2008).

A avaliação é cada vez mais recomendada para determinar a validade de técnicas e procedimentos de reabilitação (Calmels 2001). A cuidadosa avaliação de cada indivíduo é parte integral do tratamento pré-protético (Chamlian 1999).

Para avaliar adequadamente as possibilidades funcionais de um indivíduo amputado é preciso registrar a fundo suas características físicas, psíquicas e ambientais (Gabriel et al. 2001).

Carvalho et al. (2000) relatam que as contraturas são comuns em amputados e, para que isso não ocorra, é necessário o posicionamento do paciente já no leito, logo após a cirurgia, e o membro amputado não deve ficar numa posição em que os músculos se encontrem encurtados. O tratamento proposto por orientação postural e cinesioterapia deve ser recomendado a todos os pacientes o mais cedo possível.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora:  D

Alternativa que indico após analisar: D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s