FUNRIO – SESDEC/RJ 2008 – Questão 45

45. Um dos agravamentos mais indesejáveis do acidente vascular periférico é:

A) osteoporose.

B) síndrome de Raynaud.

C) síndrome ombro-mão.

D) linfedema.

E) marcha festinante.

sindrome ombro-mao

Osteoporose, eliminamos e marcha festinante, eliminamos. Linfema está relacionado ao sistema linfático, que não é mencionado no enunciado. Eliminamos.

O fenômeno de Raynaud, descrito em 1862 por Maurice Raynaud, é uma condição na qual ocorre uma diminuição do fluxo sanguíneo para alguns tecidos ou órgãos do corpo humano. É uma forma de vasoconstrição das arteríolas, e caracteriza-se por episódios reversíveis de vasoespasmos de extremidades (das pontas dos dedos das mãos ou dos pés e em casos mais graves pode também acometer o nariz, orelhas ou língua) associados a alterações de coloração típicas que ocorrem após exposição ao frio ou em situações de estresse. Caracteristicamente os dedos mudam de cor seguindo uma seqüência branca, azul e vermelha.

O fenômeno de Raynaud (ou Raynaud secundário) é secundário a uma série de condições locais ou sistêmicas, destacando-se as doenças reumáticas autoimunes, e esclerose sistêmica onde os eventos vasoespásticos costumam ser mais intensos e freqüentes.

É importante distinguir a doença de Raynaud do fenômeno de Raynaud. A doença de Raynaud (Raynaud primário) é um evento benigno, quando não há outra doença subjacente, não existe causa definida para sua ocorrência.

A síndrome de Raynaud é um acometimento arterial. O enunciado pede vascular. Só resta um:

A “Síndrome ombro-mão” é também chamada de “Síndrome Dolorosa Complexa Regional” (SDCR), assim denominada a partir de 1993 pelo Consenso da Associação Internacional para o Estudo da Dor (AIED). Esta doença, cujo mecanismo que estimula seu surgimento ainda não é claro, vem recebendo diversas terminologias, tais como Causalgia, Algodistrofia, Atrofia de Sudeck, Síndrome ombro-mão, Neuroalgodistrofia, Distrofia simpática pós-traumática.

No Consenso da Associação Internacional para o Estudo da Dor (AIED), em 1993, também se estabeceu como critérios diagnósticos, no mínimo dois dos seguintes sintomas: sensoriais(hiperestesia, alodínea), vasomotores(alteração da temperatura, coloração ou ambos); sudomotores/balanço líquido(edema, sudorese ou ambos) e motores(diminuição da motricidade, fraqueza, tremores, amputação funcional do membro).

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: C

Alternativa que indico após analisar: C

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s