FUNRIO – SESDEC/RJ 2008 – Questão 33

33. Destaca-se como principal função biomecânica da patela o(a):

A) bloqueio para as rotações do joelho.

B) aumento do braço de alavanca do quadríceps.

C) bloqueio para os movimentos sobre o plano coronal.

D) aumento do torque mecânico do quadríceps.

E) interface biomecânica entre os músculos vastos lateral e medial.

Patela

A patela é o maior osso sesamóide do corpo humano. Esses ossos se desenvolvem em alguns tendões e são encontrados nos lugares onde os tendões cruzam as extremidades dos ossos longos nos membros; eles protegem os tendões do desgaste excessivo e frequentemente modificam o ângulo dos tendões em sua passagem até a inserção.

A função principal da patela é atuar como uma roldana, potencializando a força dos músculos da parte anterior da coxa para estender o joelho. Portanto, entre as alternativas, só nos resta a alternativa “D”, aumentar o torque mecânico do quadríceps. A “A” é função dos ligamentos colaterais, a “B” é incorreta porque a patela é mais um fulcro que um braço de alavanca, a “C” também incorreta, já que a patela não limita movimento algum, e a “E”, também obviamente incorreta, já que ela se localiza na extremidade desses músculos, não entre eles.

Antigamente, quando uma pessoa sofria um acidente e quebrava a patela em muitas partes, era comum que os médicos fizessem sua retirada completa, o que levava a perda importante da força muscular da coxa, dificultando até mesmo a subida e descida de pequenas rampas ou escadas. Hoje, devido ao reconhecimento da importância da patela, ela deve ser reconstruída e somente em casos muito graves ela é retirada.

A patela está ligada ao tendão do quadríceps femoral, que se contrai para estender o joelho . O músculo vasto intermédio  é ligado à base da patela. O vasto lateral e vasto medial estão ligados às fronteiras lateral e medial de patela, respectivamente. A patela é estabilizada pela inserção do músculo vasto medial e a proeminência dos côndilos femorais anteriores, que impedem deslocamento lateral durante a flexão. As fibras retinaculares da patela também estabilizam durante o exercício.

O ligamento patelar é uma fita de tecido fibroso que liga o ápice da patela à parte inferior do tubérculo da tíbia. Na realidade, o ligamento é a continuação caudal do tendão comum do quadríceps, estando a patela implantada no tendão. Assim, o ligamento patelar pode ser considerado como uma conexão entre tendão do quadríceps femoral e tíbia; assim, às vezes é denominado tendão patelar.

A patela é dividida em base (larga e superior) e ápice (pontiaguda e inferior). Articula-se somente com o fêmur.

patela2

E deixo mais um vídeo do médico que suspeito ser o narrador do Street Fighter I e II.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: D

Alternativa que indico após analisar: D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s