FUNRIO – SESDEC/RJ 2008 – Questão 12

12. O paciente portador de dor crônica é o desafio diário do fisioterapeuta, cuja avaliação sistemática inclui a(o)(s):

A) incursões respiratórias.

B) frequências cardíaca e respiratória.

C) escala de Glasgow.

D) assimetrias posturais.

E) transtornos sensitivo-motores.

dor

Vamos eliminar de cara as alternativas “A”, “B” e “C”. Na dor crônica podemos até avaliar a capacidade respiratória, mas isso é algo secundário nesse quadro. E Glasgow, é a escala utilizada para coma.

Restam as alternativas “D” e “E”.

Na “D”, realmente, isso não pode passar despercebido numa boa avaliação, pois qualquer assimetria em membros inferiores, quadril, coluna ou ombros pode ser indicativa da presença de uma cadeia lesional, como por exemplo uma escoliose que pode ter sua origem na diferença de comprimento de membros inferiores. Alternativa correta.

Na “E”, acredito que esse termo está sendo utilizado para se referir a parestesias, espasticidade e outros sinais de lesões neurológicas que não são relacionadas à dor crônica encontrada comumente na ortopedia. Por isso a julgaria incorreta, mas levando a coisa “Ipsis litteris”, essa alternativa está correta também, porque a dor pode ser considerada um transtorno sensitivo.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: D

Alternativa que indico após analisar:  D.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s