FUNRIO – Itaboraí/RJ 2007 – Questão 34

34. A prevenção das DORT(s) como objeto da ação fisioterapêutica é mais eficiente quando se reduz os(as):

A) movimentos em cadeia fechada

B) movimentos isocinéticos

C) sobrecargas e as fadigas musculares

D) vantagens mecânicas das alavancas

E) trabalhos com grande consumo energético

dinamometro

A alternativa “A”  descreve o que só teria sentido se reduzidos numa rotina de trabalho específica e a redução da “D”  causaria mais lesões em qualquer tipo de trabalho.

Na “E”, imaginem essa situação de alto consumo energético por muito tempo. Não dá né, o repouso se faria imperativo aqui. A maior causa de lesões é justamente o gasto energético baixo mas constante, ininterrupto. Como um mal silencioso. A alternativa “C” descreve bem essa situação, sendo a alternativa que responde a esse enunciado.

Comento a “B” por último, apesar de não ser a correta, mas por ser uma dúvida muito comum. Movimentos isocinéticos não causariam lesão em trabalho algum. se é que existe algum trabalho que os utilize. Não confunda com isometria!

Os exercícios isométricos são definidos como resistência sem movimento, desenvolvendo tensão muscular mas o músculo não encurta nem alonga, ou seja, ocorre contração muscular estática, sem movimento. Contrações isométricas efetivas devem ser executadas até ao ponto de fadiga muscular e depois o exercício deve ser repetido várias vezes para máximo benefício. A manutenção das posturas e os exercícios contra superfícies imóveis (ex. palmas da mão contra parede) promovem, então, o desenvolvimento de tensão sem modificação do tamanho da fibra muscular, de forma a aumentar o tônus e força muscular, quando há fraqueza.

Os exercícios isocinéticos são definidos pela ação muscular onde a velocidade angular é constante durante toda a amplitude de movimento. São obtidos quando o músculo encurta contra uma resistência igualada à força produzida pelo músculo e requerem uma velocidade constante. Quanto mais lenta for a velocidade do movimento isocinético, maior será o ganho em força e endurance (resistência). Estes exercícios devem ser iniciados com um mínimo de resistência ao movimento (sem permitir que este ocorra), e aumentada gradativamente. Só são possíveis de se trabalhar com um equipamento próprio para isso, como o dinamômetro da imagem desse post. As vantagens existentes com esse método referem-se à resistência oferecida, que favorece o paciente trabalhar num valor submáximo ao arco de movimento doloroso e num valor máximo nas amplitudes não dolorosas; não havendo carga externa ao membro avaliado. É possível o desenvolvimento de velocidades de contração muscular mais rápidas semelhantes a algumas atividades esportivas, sendo as  mensurações confiáveis, seguras, precisas, objetivas e reprodutíveis. As indicações para o exame referem-se ao estudo da proporção do equilíbrio muscular agonista/antagonista e na diferença entre os grupos musculares agonistas de um lado comparado ao seu lado contralateral.

A diferença entre a contração isotônica e a isométrica é que na primeira há presença de movimento e na segunda ausência. Tem sido mostrado que os exercícios isométricos e isocinéticos são benéficos para reverter a sarcopenia.

Resumindo os tipos de contração muscular, vou usar o exemplo de bíceps e tríceps para facilitar a visualização, mas o mesmo se aplica aos demais movimentos articulares. Temos portanto esses tipos de contração:

Isométrica: força mantida de bíceps e tríceps sem movimento articular.

Isocinética: força controlada de bíceps e tríceps com movimento articular, possível com uso de dinamômetro isocinético.

Isotônica concêntrica: bíceps contrai(fase concêntrica) e tríceps alonga(fase excêntrica).

Isotônica excêntrica: tríceps contrai(fase concêntrica) e bíceps alonga(fase excêntrica).

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: C

Alternativa que indico após analisar: C

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s