VUNESP – São Paulo/SP 2002 – Questão 20

20. Na doença de De Quervain, os tendões acometidos são:

(A) adutor longo e curto do polegar.

(B) adutor curto e abdutor do polegar.

(C) abdutor longo e extensor curto do polegar.

(D) extensor curto e longo do polegar.

(E) flexor comum e adutor longo do polegar.

dequervain_tenosynovitis

A doença “De Quervain” é uma tenossinovite que acomete os tendões Abdutor Longo e Extensor Curto do polegar, possuidores de bainha sinovial. Devido principalmente ao espessamento gerado por fricção excessiva desses tendões no retináculo extensor que os recobre, há ocorrência de processo inflamatório e com isso o espaço para deslizarem fica menor. Essa região é identificada próxima à base do polegar.

O nome do médico que define esse epônimo é Fritz de Quervain(1868-1940), médico suiço estudioso das doenças ligadas à tireóide. O teste mais conhecido é o de Filkenstein, idealizado por um médico americano contemporâneo a Quervain. de nome Henry Filkenstein(1865-1939) Chamo a atenção que a realização deste teste deve ser cuidadosa, porque é muito fácil gerar um falso positivo com sua execução.

Sobre o teste de Filkenstein em especial, é possível se afirmar que não é patognomônico para Tenossinovite de Quervain, ou seja, o teste confirma sua suspeita mas não o diferencia de outras patologias, como a síndrome de Wartenberg, que é uma neuropatia de compressão do ramo superficial e sensitivo do nervo radial, conhecida também como neurite do nervo radial, mais frequentemente associada com inflamação do músculo extensor do polegar.

As estruturas acometidas formam a sigla “CELA” ou “LACE” ao contrário. Essa é uma maneira de se memorizar essa estrutura e matar a questão, que desde 1900 e guaraná com rolha vem aparecendo em concursos.

Apenas a título de curiosidade, vamos diferenciar os tipos de inflamações que são geralmente atribuídas aos tendões, começando pela definição de tendão,

Os tendões são feixes de tecido conjuntivo através dos quais os músculos estão unidos a ossos e outras estruturas mais ou menos sólidas ou estáveis. O seu principal componente são as fibras de colágeno, cuja elasticidade e resistência possibilitam a extensão do tendão quando o músculo contrai e ainda recuperar a sua posição anterior quando o músculo relaxa . Os tendões são constituídos por uma bainha de tecido sinovial, cuja composição é similar a que reveste o interior das cápsulas das articulações, de modo a evitar ou atenuar os atritos com outras estruturas que atravessam ou com as quais estão em contato. A inflamação de um tendão é um problema comum, muitas vezes associado à inflamação da sua bainha, que pode ser provocado por várias circunstâncias. Na maioria dos casos, é provocada por pequenos traumatismos repetidos ou por movimentos bruscos e um pouco forçados de uma determinada parte do corpo. Estes problemas também podem ser provocados por um progressivo e prolongado défict de assimilação sanguínea no tendão e na sua bainha, afetando sobretudo os idosos.

Tendinite significa inflamação do tendão, que na verdade é frequentemente uma inflamação ao redor do tendão. Essa inflamação pode ser chamada de tenossinovite, pois ela provoca uma inflamação na bainha do tendão. A tendinite é provocada por uma doença, pelo uso excessivo do tendão ou ainda por posição inadequada ao realizar os movimentos. Na inflamação aguda apode ser observado edema dentro do tendão em alguns casos de exame de imagem.

Tenossinovite é uma inflamação na bainha do tendão.A tenossinovite caracteriza-se por uma acumulo de líquido na bainha do tendão, o que pode impedir o deslocamento do tendão, já que o segmento corporal afetado fica bloqueado numa determinada posição.

Tendinopatia significa doença do tendão. O tendão doente surge quando o paciente permanece com uma inflamação crônica na região durante muito tempo. O quadro inicial de dor ou de desconforto no tendão, com o passar do tempo, provoca doença na estrutura do tendão que fica mais fraco e sujeito a uma ruptura com pequeno esforço. No quadro inicial de dor no tendão dizemos que o paciente está com tendinite. Essa inflamação em geral está ao redor do tendão(tenossinovite) porém, com o passar do tempo todo o tendão fica lesionado e surge a tendinopatia.

Tendinose é o termo usado na descrição dos exames de imagem, principalmente da ressonância magnética. Podemos definir tendinose como o aspecto imaginológico da tendinopatia. Quando o radiologista descreve um tendão como tendo tendinose, ele quer dizer que esse tendão apresenta características estruturais diferentes do tendão normal, sem alterações. Na ressonância do ombro a tendinose do supraespinal (supraespinhoso) significa que o tendão se apresenta espessado com áreas de edema e, eventualmente, pequenas rupturas intrasubstanciais.

Alternativa assinalada no gabarito da banca organizadora: C

Alternativa que indico após analisar: C

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s